sábado, 20 de novembro de 2010

A 'Folha' reacionária e golpista e a 'Ditabranda'!! - por Marcos Doniseti!


A 'Folha' reacionária e golpista e a 'Ditabranda'!! - por Marcos Doniseti (publicado originalmente no blog Guerrilheiro do Entardecer no dia 24/02/2009)

Na polêmica sobre a expressão 'Ditabranda' usada pela 'Folha de S.Paulo' (jornal que apoiou o Golpe Militar de 1964 e que colaborou ativamente com a Ditadura Militar), o reacionário e golpista jornal paulista decidiu atacar aqueles que defendem a 'Ditadura' cubana.

Na minha opinião, a 'Folha' está se lixando para Cuba, Fidel ou qualquer outra ditadura que existiu ou venha a existir. Isso foi jogada da 'Folha' para tirar o foco da discussão, que é outro.

Creio que essa polêmica que a 'Folha' criou, dizendo que a Ditadura Militar foi uma 'ditabranda' têm, na verdade, outros alvos, que são:

1) A 'Folha' quer livrar a barra dela pelo fato de ter apoiado o Golpe Militar de 1964 e de ter colaborado com a Ditadura Militar. E uma maneira de fazer isso é dizer que a Ditadura não foi tão ruim, assim, pois foi 'branda';

2) É do conhecimento público que a 'Folha' apóia Serra para Presidente ( "FSP" significa "Faremos Serra Presidente"!) e que a ministra Dilma Rousseff será a candidata apoiada pelo Presidente Lula.

E todos sabem que Dilma participou da luta armada contra a Ditadura Militar e que ela poderá utilizar isso na campanha em seu favor.

Daí, a 'Folha' poderá vir com um discurso de que a luta armada contra a Ditadura Militar não se justificava, pois a mesma foi 'branda' e, logo, quem lutou contra a 'Ditabranda' eram, na verdade, perigosos terroristas. Daí, para tentar transformar Dilma Rousseff em uma 'Bin Laden de saias' será um pequeno passo. Aliás, já vi pela Internet tucanos chamando a ministra Dilma de 'terrorista' e 'assaltante de bancos'. E sem falar que o decadente 'jornalista' Josias de Souza desceu ainda mais o nível, relacionando Marta Suplicy e Dilma Rousseff a expressões como 'vadias' e 'vagabundas'.

Por aí já se percebe o grau de desespero que começou a tomar conta da Direita Golpista tupiniquim quanto à real possibilidade de Dilma vencer a eleição presidencial em 2010.

3) A Direita brasileira já percebeu que são muito grandes as chances de Dilma vencer a eleição presidencial de 2010. E tal Direita já pode estar pensando numa saída 'não-constitucional' para tentar melar tal vitória, ou seja, em tentar um Golpe de Estado (com apoio da Grande Mídia, das classes médias abastadas, da Fiesp, da Febraban, ou seja, dos mesmos segmentos sociais que participaram do patético e golpista 'Cansei'). Aliás, esta é a tese do Eduardo Guimarães, da qual não duvido, não, devido a todo o histórico golpista da Direita no Brasil e na América Latina.

Assim, eu não duvido que a Direita tupiniquim, totalmente desesperada com mais uma derrota que se aproxima, tente algum tipo de Golpe de Estado.

Não nos esqueçamos do elogio público que FHC fez para Carlos Lacerda em 2006... E ninguém pregou mais o Golpe de Estado neste país do que Lacerda.

Em 1950, por exemplo, Lacerda dizia: "Não podemos permitir que Vargas seja candidato. Candidato, não podemos deixar que ele vença as eleições. Vencedor, não podemos permitir que ele tome posse. Tomando posse, não podemos permitir que ele governe".

Tirem o nome de Lacerda e troquem pelo de FHC/Serra e substituam o nome de Vargas pelo de Dilma e não estaremos, talvez, tão longe da verdade, não...

Espero, sinceramente, estar errado nesta análise.

Nenhum comentário: