sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A 'Veja', Zé Dirceu e o silêncio da Grande Mídia sobre os crimes do panfleto murdochiano - por Marcos Doniseti!

A 'Veja', Zé Dirceu e o silêncio da Grande Mídia sobre os crimes do panfleto murdochiano - por Marcos Doniseti!



As atividades ilegais e criminosas de um empregado do panfleto murdochiano, a 'Veja', que tentou invadir o quarto de hotel no qual o ex-ministro José Dirceu se hospeda em Brasília, junto com a instalação de câmeras de origem também criminosa no mesmo hotel,  mostra, mais uma vez, que essa Grande Mídia reacionária e golpista é perigosa, criminosa e não tem nenhum respeito pelos direitos de quem quer que seja. Logo, ela não merece ser levada à sério.

Somente estúpidos e imbecis lêem a 'Veja', bem como os seus colunistas idiotizados que veneram os criminosos chamados Rupert Murdoch e Roberto Marinho (sugiro que pesquisem sobre o acordo ilegal da Globo com a Time-Life e fiquem enojados).

Na época da Ditadura Militar, a Editora Abril demitiu o Mino Carta da 'revista Veja' e em troca recebeu US$ 50 milhões 'emprestados' pela mesma. 'Veja' funciona assim. É preciso dizer mais alguma coisa?

Mas o que se pode esperar de uma empresa, o Grupo Abril, que se associou ao grupo empresarial sul-africano Naspers, que foi um dos grandes sustentáculos do regime do Apartheid? Dois dos executivos da empresa em questão chegaram a ser Primeiros-Ministros da África do Sul na época do Apartheid. É com empresas e pessoas qualificadas como essas que a Abril se associa. 'Sem comentários'...

Em qualquer país civilizado, estes criminosos disfarçados de jornalistas e de colunistas, que espionam ilegalmente e invadem a privacidade alheia, violando vários artidos do Código Penal brasileiro, estariam na prisão por estimular o racismo, o elitismo e o preconceito contra os mais pobres, como vários dos empregadinhos da 'Veja' fazem e na cara-dura em seus textos patéticos. Isso claramente caracteriza o uso de práticas criminosas por parte desta Grande Mídia reacionária e golpista.

Aliás, é interessante notar como toda a Grande Mídia ignorou e silenciou totalmente sobre o caso do 'jornalista', empregado do panfleto murdochiano chamado 'Veja', que agiu ilegalmente, de maneira criminosa, contra o ex-ministro José Dirceu.

Isso caracteriza conivência e cumplicidade por parte da Grande Mídia com as atividades ilegais desta publicação rastaquera que é a 'Veja'. Aliás, tal silêncio é altamente comprometedor e nos levar a questionar se os demais veículos da Grande Mídia também já não usaram de métodos semelhantes contra outras figuras públicas com as não simpatizem. Não é de se duvidar.

Na verdade, estes pseudo-jornalistas e colunistas de araque desta Grande Mídia criminosa e golpista morrem de saudade da Ditadura Militar e do governo FHC, o mesmo que comprou votos de parlamentares para aprovar a reeleição em proveito próprio. Aliás, esta mudança na Constituição brasileira foi uma manobra espúria e um verdadeiro 'Golpe Branco' contra a Democracia brasileira e, mesmo assim, ela foi totalmente defendida por toda a Grande Mídia reacionária e troglodita tupiniquim naquela época.

Na verdade, a oposição udenista (PSDB, DEM e PPS) e essa Grande Mídia troglodita e pré-histórica não perdoam o José Dirceu pelo fato dele ser um dos principais estrategistas do PT e que teve um papel importante por levar Lula e, agora, Dilma, à Presidência da República.

Como eles sabem que o ex-ministro é uma figura importante e influente dentro do PT e do governo Dilma e é um dos grandes responsáveis pelas vitórias petistas nas eleições presidenciais de 2002, 2006 e de 2010, eles fazem de tudo para atingí-lo e, assim, destruir com a sua força e influência, a fim de, com isso, derrubar Lula, Dilma e o PT. Mas, tenho certeza de que eles não conseguirão atingir os seus objetivos criminosos e anti-populares. 

A verdade é que somente fascistas ou notórios desinformados e ingênuos compram e lêem esse lixo imundo que é a 'Veja' e levam à sério o lixo imundo que essa Grande Mídia divulga contra os seus adversários e inimigos. 

Mas não esqueçam do seguinte:

"Veja, mas não compre. Se comprar, não leia. Se ler, não acredite. Se acreditar, RELINCHE".

Nenhum comentário: