quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Massacre do Pinheirinho desnuda a verdadeira essência do PSDB! - por Marcos Doniseti!

Massacre do Pinheirinho desnuda a verdadeira essência do PSDB! - por Marcos Doniseti! 

Para os pobres e movimentos sociais, a política dos governos do PSDB é uma só: repressão brutal, tratando a todos como se fossem criminosos.
Considerei muito pertinente o post do PHA, no Conversa Afiada, a respeito do Massacre do Pinheirinho, no qual mostra que o governador Geraldo Alckmin procurou evitar de aparecer para a Mídia e para o público, na missa que celebrou o aniversário da cidade de São Paulo, pois um protesto bastante numeroso se realizava no local contra o Massacre do Pinheirinho, promovido pela PM sob o comando do governador tucano.

Este fato, por si, já mostra o quanto o Massacre do Pinheirinho afetou negativamente a imagem de Alckmin e do PSDB.

O fato de Alckmin se esconder do povo e da Mídia, do reacionário Tio Rei culpar o PT pela tragédia do Pinheirinho (afinal, é o PT que comanda a PM de SP, não é mesmo) demonstram, mesmo que a tucanada não admita isso publicamente, é claro, que eles já perceberam que erraram feio no caso do Pinheirinho.

O Massacre do Pinheirinho, promovido pela PM tucana paulista, foi resultado ds mesma política de criminizalização e de repressão aos movimentos sociais que os governos tucanos de SP promovem desde que passaram a governar o estado, em 1995.

Professores, estudantes, policiais, funcionários públicos em geral, sempre tiveram negada qualquer possibilidade de diálogo pelos diferentes governadores tucanos do estado de SP e isso acontece desde 1995.

Mário Covas se recusou a dialogar com os professores grevistas em 1995. Serra fez o mesmo em 2010 e ainda mandou a mesma PM, que promoveu o Massacre do Pinheirinho neste final de semana, espancar os professores grevistas. Estudantes da USP, supostos 'maconheiros' (como se estes existissem apenas na USP...) também foram reprimidos pela PM tucana. Os usuários de crack da Cracolândia também foram sentiram na pela a violência abusiva da PM paulista, em vez de se oferecer a eles a possibilidade de se tratar e de superar o vício, como seria o correto.

Agora, é Alckmin quem manda a PM baixax o sarrafo nos moradores pobres do Pinheirinho, mesmo com várias lideranças políticas, como o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira, e o senador Eduardo Suplicy, que estavam atuando no sentido de se encontrar uma solução negociada para o assunto.


Toda essa repressão, ao longo de mais de 17 anos de governos tucanos em SP, mostra que não se tratam de 'casos isolados', fruto de improviso ou de situações que fogem momentaneamente ao controle do governo. Nada disso. Trata-se de uma política definida e previamente elaborada no sentido de se promover a criminalização e a repressão de todos os movimentos sociais, sem nenhuma distinção: professores, estudantes, trabalhadores pobres, estudantes universitários, todos eles são vítimas desta sanha repressiva por parte dos diferentes governos do PSDB no estado de São Paulo.

Porém, tudo aponta para o fato de que o Masscre do Pinheirinho contou com uma forte desaprovação junto à população. E isso não seria nada surpreendente.

Porque, na 'cabeça do povão’, uma coisa é você espancar ‘filhinhos de papai maconheiros da USP’ e dependentes de crack, pessoas que são, muitas vezes, vistas de maneira negativa por parcelas expressivas da opinião pública, até porque a opinião delas acaba sendo, em grande parte, formada por uma Grande Mídia reacionária e discriminatória e que procura reforçar esses preconceitos junto à população.

Outra coisa, bem diferente, é espancar e massacrar com trabalhadores pobres , donas de casa e crianças, adolescentes e jovens que estudam e estão tentando sobreviver, apenas ganhar a vida, e que construíram as suas casas, colocaram os filhos na escola, enfim, decidiram levar adiante uma luta diária pela sobrevivência.

Essa é a história de vida de quase toda a população brasileira (não incluo aqui os Naji Nahas e Daniel Dantas desse mundo, que vivem da miséria alheia ...) que acaba por se identificar com essa população pobre trabalhadora e batalhadora.

O massacre do Pinheirinho revelou, para o 'povão', para as ‘classes C e D’, qual é a verdadeira natureza, a essência verdadeira, do PSDB, que antes a tucanada conseguia esconder ou, pelo menos, disfarçar com palavras e discursos bonitos e ensaiados ou adotando algumas medidas de caráter supostamente 'social', mas que não resolviam coisa alguma, de fato.

A essência real do PSDB é a de um partido que está se lixando para as necessidades dos trabalhadores assalariados e dos mais pobres e que fez uma opção preferencial e total na defesa dos interesses dos mais ricos.

O PSDB ressuscitou a política pré-histórica, do período anterior à chamada 'Revolução de 30', de que 'a questão social é um caso de polícia'. 

O fato concreto é que o PSDB é o partido dos ricos, que criminaliza e reprime aos trabalhadores e aos mais pobres.

Antes, os tucanos conseguiam disfarçar isso. Agora, não dá mais. O Pinheirinho não deixa.

O PSDB é o partido que espanca os pobres para poder ajudar os milionários, como o Naji Najas, tal como aconteceu no caso do Pinheirinho. Simples, assim.

Foi isso que o Pinheirinho mostrou, desnudou, deixou de forma explícita para toda a população.

Assim, com o Massacre do Pinheirinho, o PSDB e o governador Alckmin saíram com a sua imagem fortemente manchada, como disse o Nassif.

Mas também tiveram a sua verdadeira natureza sendo exposta para a população. Agora, que eles vivam com isso.


Links:

Alckmin foge da Mídia e do público:

http://www.conversaafiada.com.br/pig/2012/01/26/pinheirinho-alckmin-foge-e-se-esconde-no-pig/

Alckmin e prefeito tucano de São José dos Campos não cumpriram acordo para impedir repressão no Pinheirinho:

http://www.revistaforum.com.br/blog/2012/01/22/alckmin-e-prefeito-de-sao-jose-nao-cumpriram-acordo-diz-suplicy/

Pinheirinho, Cracolândia e USP mostram a Polícia no lugar da Política:

http://www.revistaforum.com.br/conteudo/detalhe_noticia.php?codNoticia=9679

Caso Pinheirinho expõe diferenças entre PT e PSDB:

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=19435&alterarHomeAtual=1

Após repressão da PM, moradores do Pinheirinho se transformam em sem-teto e procuram um local para viver:

http://sul21.com.br/jornal/2012/01/apos-repressao-policial-moradores-de-pinheirinho-procuram-um-lugar-para-viver/

Especialista da ONU diz que moradores do Pinheirinho sofreram uma violação drástica do seu direito à moradia:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/01/120124_entrevista_pinheirinho_pu.shtml

Governos Alckmin e Kassab são denunciados na ONU por uso de repressão policial abusiva na Cracolândia:

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidadania/2012/01/entidades-denunciam-abusos-da-acao-policial-na-cracolandia-a-onu

Nenhum comentário: