domingo, 26 de fevereiro de 2012

Boris Casoy, a separação de poderes, Lula, o câncer e Eliana Tranchesi! - por Marcos Doniseti!

Boris Casoy, a separação de poderes, Lula, o câncer e Eliana Tranchesi! - por Marcos Doniseti!


Nesta semana, o 'jornalista' Boris Casoy acusou o governo do presidente Lula de ter contribuído para o câncer de pulmão que matou a ex-proprietária da Daslu, Eliana Tranchesi, empresária que foi condenada pela Justiça Federal a 94 anos e meio de prisão devido à prática de vários crimes, incluindo formação de quadrilha, descaminho e falsidade ideológica.

Com isso, Casoy mostra que é totalmente desinformado sobre questões de saúde e de medicina, pois o câncer de pulmão não pode ser provocado e nem agravado por ações de outras pessoas.

Não se desenvolve câncer de pulmão em função de bruxaria ou de macumba de qualquer espécie, mas devido ao tabagismo (que é a causa de 90% dos casos) e a outros fatores, incluindo os ambientais e os genéticos.

Aliás, o próprio ex-presidente Lula enfrenta, neste momento, uma luta contra um câncer de laringe, fato este que Boris também pareceu igrnorar em seu comentário. E se usarmos o mesmo 'raciocínio' (se é que um comentário tão estúpido pode ser considerado como tal) de Boris, então poderemos dizer que o tumor de laringe que atingiu Lula foi provocado pelas violentas críticas e ataques que a Grande Mídia (incluindo o próprio Boris) desferiu contra o ex-presidente ao longo de todos estes anos, certo? 

Ao fazer um comentário tão ridículo, pode-se dizer, sem sombra de dúvida, que Boris Casoy praticou charlatanismo. Afinal, o que é que ele entende de Medicina? Nada. E sobre as causas do câncer? Nada também. Então, como é que ele pode fazer um comentário tão esdrúxulo se ele não é nenhum especialista em casos de câncer e desconhece tudo sobre as causas do mesmo? Ao que me consta, os especialistas em câncer são os Oncologistas e não os Jornalistas.

Mas, parece que Boris Casoy ainda não teve tempo suficiente, em sua longa vida, para diferenciar a Oncologia de Jornalismo.

Além disso, Boris Casoy destila todo o seu preconceito contra o governo Lula, que saiu da presidência da República com 87% de aprovação popular, mesmo tendo contra si toda a Grande Mídia do país, que lhe fez oposição cerrada e virulenta durante todos os seus 8 anos de mandato, fato este que o suposto jornalista faz questão de ignorar.

Em seu patético comentário, Boris também fala sobre o caso do 'Mensalão', cuja existência foi negada pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson quando este apresentou a sua defesa à Justiça.

Porém, novamente, Boris Casoy parece que não tomou conhecimento deste fato.

Vá ser desinformado, assim, lá na Cochinchina!

Além do mais, a Justiça Federal, que é separada e independente do Poder Executivo, fato este que parece ser totalmente ignorado por Boris Casoy, deu à Eliana Tranchesi o tratamento que ela fez por merecer pelos crimes, extremamente graves, que cometeu, e que gerou imensos prejuízos, de milhões de Reais, para os cofres públicos.

Foi a Justiça Federal que condenou Eliana Tranchesi e não o governo Lula. Foi a Justiça que mandou prender Eliana Tranchesi e os demais integrantes da organização criminosa da qual ela fazia parte e não o governo Lula.

E quem foi que disse que Eliana Tranchesi fazia parte de uma organização criminosa? A Justiça. Não foi eu, não, viu, Boris Casoy!

Outra informação importante que Boris Casoy parece ignorar é que, no Brasil, o presidente da República não comanda o Poder Judiciário, apenas o Poder Executivo.


Porém, em seu comentário, patético e ridículo, Boris Casoy parece ter se esquecido desse detalhe tão importante. Parece que ele nunca ouviu falar de uma coisa chamada separação de Poderes, que vigora no Brasil desde o início do período Republicano. 

Além disso, os R$ 500 milhões de Reais que foram sonegados pela empresa de Eliana Tranchesi fazem muita falta para a educação, saúde, saneamento básico, segurança, moradia, enfim, foram recursos que poderiam ter sido investidos nestes setores, mas não o foram, devido aos crimes cometidos por essa empresária que violou inúmeras leis brasileiras, fato este que a levou a ser condenada, justamente, pela Justiça Federal brasileira a 94 anos e meio de prisão. 

O comentário de Boris foi tão patético que o espirro que ele deu, logo depois desse comentário abjeto e repugnante, deve ter acontecido para que o seu organismo pudesse expulsar as bactérias produzidas pelo mesmo. Nem o organismo do próprio Boris aguentou tamanha asneira dita por ele.

Portanto, dizer que o governo Lula contribuiu para a doença que matou dona Eliana Tranchesi, como o fez Boris Casoy, não passa de uma afirmação totalmente ridícula e que não merece ser levada à sério. Isso é charlatanismo. Nada além disso.

Ao defender Eliana Tranchesi, sonegadora de impostos, integrante de organização criminosa e que foi condenada pela Justiça, dizendo que ela foi uma 'vítima' do governo Lula e que isso contribuiu para o agravamento do seu câncer, Casoy mostrou que seu compromisso com a informação correta e precisa é nenhum.

O que ele faz pode-se comparar com muitas coisas. Com jornalismo, não. 


Links:

Roberto Jefferson nega a existência do Mensalão:

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2011/09/13/jefferson-agora-nega-o-mensalao-o-pig-vai-chorar/

Boris Casoy diz que o governo Lula ajudou a matar a dona da Daslu:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=gzh3xzDeNn0

Eliana Tranchesi é condenada a 94 anos e meio de prisão pela Justiça Federal:

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/03/26/ult5772u3388.jhtm

As causas do câncer de pulmão:

http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?64

A Oncologia:

http://www.oncoguia.com.br/site/interna.php?cat=2&id=474&menu=2

Valor sonegado pela Daslu chega a R$ 500 milhões:

http://veja.abril.com.br/noticia/economia/estado-ainda-nao-viu-a-cor-do-dinheiro-da-daslu

Nenhum comentário: