domingo, 26 de fevereiro de 2012

Marcelo Neri: Queda da desigualdade e da pobreza continuaram no primeiro ano do governo Dilma! - por Marcos Doniseti!

Marcelo Neri: Queda da desigualdade e da pobreza continuaram no 1o. ano do governo Dilma! - por Marcos Doniseti!



Em artigo publicado hoje na 'Folha de S.Paulo', o economista Marcelo Neri, da FGV, mostra que a desigualdade e a pobreza diminuíram no primeiro ano de governo Dilma.

Entre os principais dados publicados no texto de Neri, temos:

1) A renda familiar per capita média cresceu 2,7% em 2011. Este crescimento é semelhante ao que tivemos no governo Lula até 2008;

2) Aumentou a velocidade do processo de redução da desigualdade. Segundo Neri, a desigualdade diminuiu 2,3% em 2011. Tal queda é quase o dobro da que tivemos entre 2001-2009, quando o ritmo de queda foi de 1,11% ao ano;

3) O ritmo de queda da pobreza atingiu 7,9% ao ano, superior aos 7,5% de redução anual média que tivemos entre 2002-2008.

De acordo com Marcelo Neri, em 2011 a redução da pobreza ocorreu em uma velocidade três vezes maior que a necessária para que o Brasil cumpra a Meta do Milênio da ONU de reduzir a pobreza à metade em 25 anos.

Um outro dado importante, mas que não consta do texto de Marcelo Neri, diz respeito à taxa de desemprego, que caiu para 4,7% em Dezembro de 2011. Enquanto isso, tivemos uma taxa de 10,5% em Dezembro de 2002 e de  5,3% em Dezembro de 2010.

Portanto, o governo Dilma deu continuidade, também, ao processo de forte queda do desemprego que começou no governo Lula e a taxa de Dezembro de 2011 foi 0,6 p.p. inferior à de igual mês de 2010.

Renda familiar per capita média crescendo, desigualdade, desemprego e pobreza em queda explicam, sem dúvida alguma, o aumento da popularidade da Presidenta Dilma nos últimos meses do seu primeiro ano de governo e cuja aprovação pessoal chegou a 72%, segundo pesquisa da CNI-Ibope.

Esses números mostram a continuidade do processo de crescimento econômico e de redução da desigualdade, do desemprego e da pobreza e fica claro que o modelo de governo 'lulista-petista' de 2003-2010 não foi alterado por Dilma em seu primeiro ano de mandato, muito pelo contrário. Tal como se esperava, o mesmo foi marcado pela continuidade das políticas fundamentais implantadas durante o governo Lula.

Assim, o Brasil continua, no governo Dilma, combinando um processo de crescimento econômico com melhoria da distribuição de renda, redução do desemprego e da pobreza.

Tudo isso explica, melhor do que qualquer outra coisa, porque Dilma é cada vez mais popular.

 Links:

Marcelo Neri: governo Dilma dá continuidade ao processo de redução da desigualdade e da pobreza:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mercado/27902-ano-1-depois-da-dilma.shtml

Taxa de desemprego de 2011 é a menor da história:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/ultimas_noticias/2012/01/120126_desemprego_rp_rn.shtml

Aprovação de Dilma chega a 72% em Dezembro de 2011, mostra CNI-Ibope:

http://noticias.r7.com/brasil/noticias/aprovacao-a-dilma-sobe-em-dezembro-e-chega-a-72-mostra-pesquisa-cni/ibope-20111216.html

Nenhum comentário: