quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Datafolha: Haddad empata com Serra na pesquisa espontânea! Russomano tem 25%! - por Marcos Doniseti!

Datafolha: Haddad empata com Serra na pesquisa espontânea! Russomano tem 25%! - por Marcos Doniseti!

Haddad derrotaria Serra no 2o. turno por 46% X 37%;


Haddad caiu de 40% para 37% dos votos entre eleitores petistas (???), mas cresceu de 9% para 11% na pesquisa espontânea, pois ganhou mais votos entre eleitores não-petistas;




Segundo a mais recente pesquisa Datafolha, divulgada hoje, a disputa pela prefeitura de São Paulo está na seguinte situação:

Pesquisa Espontânea (entre parêntesis publico os números da pesquisa anterior do Datafolha):

Russomano 25% (18%);
Serra 13% (13%);
Haddad 11% (9%);
Candidato do PT 2%.

Portanto, há um empate entre Serra e Haddad no 2o. lugar, pois Haddad tem os 11% dele mais os 2% do 'candidato do PT', alcançando os mesmos 13% obtidos por Serra. 

Quanto à Russomano, ele teve um crescimento expressivo, passando de 18% para 25% dos votos na pesquisa espontânea. Com isso, ele está praticamente garantido no 2o. turno. Não sou matemático, mas entendo que as chances dele ir para a rodada decisiva da eleição é de uns 98,77%. Isso, é claro, se a pesquisa Datafolha estiver correta.

A nova pesquisa Datafolha também revelou alguns dados interessantes, tais como:

1) 24% dos eleitores paulistanos se declaram petistas;

2) Dos eleitores petistas, Haddad conquista apenas 37% dos votos. Na pesquisa Datafolha da semana passada ele tinha 40%. Logo, ele caiu na preferência dos simpatizantes do PT, o que é algo que precisa ser melhor estudado pelo seu comando de campanha a fim de reverter esse processo.

Aliás, tenho minhas dúvidas a respeito da correção deste dado da pesquisa Datafolha. 

Afinal ,como é que Haddad cai na preferência entre os eleitores  petistas no prazo de uma semana se a sua identificação com o PT e com o presidente Lula devem estar aumentando com o passar do tempo?

Essa queda de Haddad entre eleitores petistas, apontada pelo Datafolha, é muito estranha, no mínimo.

Em todo o caso, entendo que é preciso reforçar a identificação de Haddad com símbolos, lideranças, políticas e imagens relacionadas ao PT. Uma possível solução para isso é reforçar a ligação de Haddad com a presidenta Dilma, com a senadora Marta Suplicy (extremamente popular na periferia paulistana) e, claro, com o presidente Lula. 

Porém, mesmo com essa queda entre eleitores petistas, Haddad subiu 2 p.p. nas duas pesquisas (estimulada e espontânea), e isso somente foi possível porque, então, ele conquistou mais votos entre os eleitores não-petistas.

Mas o que fica evidente é que se o Datafolha informasse que Haddad manteve os mesmos 40% de preferência entre eleitores petistas obtidos na pesquisa anterior ou mesmo que ele tivesse subido entre estes eleitores, então o candidato do PT acabaria ficando em situação de empate técnico com Serra também na pesquisa estimulada e o ultrapassaria o candidato tucano na pesquisa espontânea. 

Teria o Datafolha derrubado artificialmente as intenções de votos de Haddad entre eleitores petistas a fim de esconder isso? 

Afinal, a oscilação de Haddad entre eleitores petistas, de 40% para 37%, se deu dentro da margem de erro, né? 

E o saudoso Dr. Ulysses Guimarães, o Sr. Diretas Já, que foi um combativo e digno lutador contra a Ditadura Militar, sempre dizia que 'a margem de erro é a margem de lucro dos institutos de pesquisa'.

Que fique bem claro: Não estou fazendo nenhuma acusação contra o Datafolha, mas que essa queda de Haddad entre eleitores petistas foi estranha, ah, isso foi, sim.

3) Russomano obtém expressivos 33% entre os eleitores petistas, principalmente entre aqueles da periferia paulistana, onde o PT é extremamente popular e os seus candidatos sempre são vitoriosos em eleições para Senado, Prefeitura, Governo do estado e Presidência da República. 

A maioria dos vereadores e deputados estaduais e federais petistas também são eleitos com muitos votos da população das periferias da capital paulista. 

Portanto, caso Haddad queira continuar crescendo é necessário que ele intensifique a sua campanha na periferia de São Paulo e junto ao numeroso eleitorado petista da mesma, a fim de garantir a sua ida para o 2o. turno da eleição. 

4) Um dado importante da pesquisa é que ela mostrou o grau de consolidação do voto. Os resultados obtidos foram os seguintes:

69% dos eleitores de Russomano dizem que não mudarão o voto;
67% dos eleitores de Haddad afirmam que não mudam mais o seu voto;
57% dos eleitores de Serra falam que não mudarão o seu voto. 

Desta maneira, Serra é o candidato que tem o voto menos consolidado e que, portanto, tem maior potencial de queda nas pesquisas.

5) A pesquisa também mostrou outros dados importantes, como:

Entre os eleitores que avaliam o governo Dilma como sendo ótimo/bom, Russomano obtém 36%, contra 22% de Haddad. 

Entre os eleitores que avaliam o governo Lula como ótimo/bom, Russomano obtém 39% dos votos, contra 20% de Haddad. 

Assim, uma estratégia interessante da campanha do petista seria intensificar a divulgação do fato de que ele foi ministro da Educação do governo Lula e do governo Dilma, sendo uma pessoa de inteira confiança de ambos, portanto.

E é claro que, daí, teria que ser feita uma divulgação intensa das inúmeras realizações da gestão Haddad à frente do MEC, como o ProUni, o Fundeb, o Caminho da Escola, o ENEM e o PDE para a década de 2011-2020.

Portanto, Haddad tem muitas realizações significativas à frente do MEC e deve fazer uma divulgação intensa das mesmas durante a campanha e sempre dando ênfase ao fato de que elas foram possíveis graças à confiança que os presidentes Lula e Dilma depositaram nele. 

6) Índice de Rejeição


Serra 42%;
Russomano 12%.

Até o momento, não vi informação relativa à rejeição de Haddad.

No caso de Serra, constata-se o óbvio: Com esse índice astronômico de Rejeição a candidatura de Serra está condenada à derrota. Até eu ganharia dele. E você também.

7) Pesquisa Estimulada:

Russomano 35% (28%);:
Serra 21% (22%);
Haddad 16% (14%);
Chalita 7%;
Soninha 5% (4%);
Paulinho 1% (2%).

8) Disputa no 2o. turno:

Russomano 58% X 30% Serra;
Russomano 56% X 30% Haddad;
Haddad 46% X 37%.

Como se percebe, Russomano ainda é o favorito disparado para vencer no 2o. turno. Mas este é um cenário ainda muito distante e que reflete a força do candidato do PRB neste momento da campanha. 

Até porque, o 2o. turno terá 3 semanas de campanha (o 1o. turno será realizado em 07 de Outubro e o 2o. turno acontecerá em 28 de Outubro) e neste momento os dois candidatos terão o mesmo tempo no horário eleitoral.

Além disso, é evidente que os dois finalistas irão ampliar o seu arco de alianças eleitorais, recebendo o apoio de outros candidatos que ficarão de fora do 2o. turno. 

E pelo andar da carruagem, me parece que Haddad tem grandes chances de conseguir o apoio de Paulinho (seu vice, Joaquim Grava, já elogiou Haddad, defendendo o apoio ao candidato petista no 2o. turno e o PDT tem o Ministro do Trabalho, Brizola Neto) e de Chalita, que possui um bom relacionamento com o presidente Lula e que é do PMDB, que tem o Vice-Presidente da República, Michel Temer. 

Desta maneira, dificilmente Haddad deixará de obter, no 2o. turno, o apoio de Paulinho e de Chalita, desde que procure dialogar com ambos, pedindo o apoio deles, é claro, o que será feito, com certeza.

E em um eventual segundo turno, os apoios dos Presidentes Lula, Dilma e da Senadora Marta Suplicy ficarão mais evidentes, podendo ajudar a mudar o cenário em favor de Haddad, caso este vá para o 2o. turno contra Russomano, como acredito que irá.

Portanto, cabe à campanha de Haddad desenvolver uma estratégia que faça com que o candidato petista continue crescendo nas pesquisas (principalmente entre os eleitores petistas e que avaliam muito bem aos governos de Lula e de Dilma) e possa disputar o 2o. turno contra Russomano, que já está praticamente garantido no mesmo.


Links:

Resultados da pesquisa Datafolha:

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/noticias/0,,OI6130968-EI20626,00-DatafolhaSP+Russomanno+soma+Serra+tem+e+Haddad.html

Resultados da pesquisa Datafolha:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1148562-russomanno-volta-a-crescer-e-se-distancia-de-adversarios.shtml

O fenômeno Russomano:

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/ninguem_tenta_explicar_o_ldquo_milagre_rdquo_russomanno

Estão abandonando o 'barco do Serra', diz candidata à vereadora do DEM:

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/sp/sao-paulo/noticias/0,,OI6130011-EI20654,00-Exvereadora+faz+vaquinha+para+Serra+e+diz+abandonaram+o+barco.html

Joaquim Grava, vice de Paulinho da Força, defende apoio à Haddad no 2o.turno:
 

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/sp/sao-paulo/noticias/0,,OI6131306-EI20654,00-Jornal+vice+de+Paulinho+da+Forca+diz+que+apoiaria+Haddad.html

Nenhum comentário: