segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Dilma e o Terrorismo Midiático! - por Marcos Doniseti!

Dilma e o Terrorismo Midiático! - por Marcos Doniseti!





Como vimos no pronunciamento da Presidenta Dilma neste Domingo à noite, ela 
finalmente atacou a Grande Mídia, reacionária e golpista, pelo que chamou de 'guerra psicológica' (e que eu chamo de "Terrorismo Midiático", mesmo) que a mesma promove contra a economia do país, tentando desestabilizar a mesma com o objetivo claro de provocar uma crise econômica e social.




A Grande Mídia e seus colunistas amestrados (não é preciso citá-los... todos sabem de que se trata, não é mesmo?) vive tentando convencer aos brasileiros de que o Brasil está numa situação econômica, financeira e social muito ruim e que nos encontramos à beira do abismo.

Porém, quando se têm acesso aos dados e informações que mostram a evolução pela qual o Brasil passou desde o primeiro mandato de Lula, vemos que esse discurso não tem nenhuma base de sustentação na realidade concreta vivida pela população.

Agora mesmo, vimos essa Grande Mídia reacionária e golpista (afinal ela apoiou todos os Golpes de Estado que tivemos no Brasil desde 1945 e quem apoia Golpes é golpista, certo?) tentar convencer a população de que tivemos 'o pior Natal em 11 anos', embora as vendas (tanto nos shoppings, como pela Internet) tenham crescido em relação a 2012.

E para mostrar que a Grande Mídia está totalmente equivocada na 'análise' medíocre e equivocada que faz sobre a situação do país, nada como demonstrar isso com dados concretos, que é o que farei a partir de agora.

Entre algumas das principais realizações dos governos Lula e Dilma, temos o seguinte:

1) Redução da dívida publica de 60,5% do PIB para 33,9% do PIB;

2) O déficit público nominal (que inclui gastos com juros da dívida pública) caiu de 7% do PIB (média anual do governo FHC) para 2,7% do PIB (média dos governos Lula-Dilma);

3) Aumentaram as reservas internacionais líquidas de US$ 17 bilhões para US$ 377 bilhões;

4) Reduziram o risco-país para um patamar semelhante ao dos países ricos. Justamente por isso é que a Grande Mídia nem fala mais sobre o assunto;

5) Aumento do poder de compra do salário mínimo em quase 73%. O poder de compra é o maior desde 1979. Em dólares o mesmo passou de US$ 55 para US$ 308 (aumento de 450%);

6) Redução do percentual de pobreza extrema de 29% para 12%;

7) A taxa de desemprego caiu de 10,5% (Dezembro de 2002) para 4,6% (Novembro de 2013);



8) 40 milhões de pessoas subiram para a classe C e outros 10 milhões subiram para as classes AB entre 2003-2011, o que dá a população da Espanha e de Portugal somados;
9) A inflação acumulada entre 2003-2013 (80%) é inferior à dos 8 anos do governo FHC (100,6%);

10) A taxa Selic caiu de 25% a.a. para 10% a.a.;

11) O número de usuários de Internet Banda Larga chegou a 110 milhões em meados deste ano.

Mas, segundo a Grande Mídia e a oposição reacionária e golpista, o Brasil vai de mal a pior.

Acredite, se quiser.

Nenhum comentário: