segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Qual o tipo de patrimônio que os Black Blocs adoram destruir? E quais são os seus objetivos? - por Marcos Doniseti!

Qual o tipo de patrimônio que os Black Blocs adoram destruir? E quais são os seus objetivos? - por Marcos Doniseti!

Imagem mostra o exato momento em que os Black Blocks botaram fogo no veículo de um poderoso megaempresário representante do capitalismo global  explorador e excludente. 

Vocês já devem ter reparado que os Black Blocs adoram destruir coisas como:

1) Agências bancárias;

2) Lojas;

3) Pontos de ônibus;

4) Estações de metrô;

5) Viaturas policiais;

6) Bancas de jornal;

7) Ônibus;

8) Fusquinhas.

O que há de comum entre tudo isso? Simples: São serviços ou propriedades que, de uma forma ou de outra, estão relacionadas às necessidades básicas da população trabalhadora, ou seja, do proletariado propriamente dito.

Senão, vejamos:

Usamos agências bancárias para pagar contas, transferir dinheiro, sacar dinheiro, que são atividades essenciais para quem deseja sobreviver no mundo atual, certo? Então, todos os dias vemos milhões de pessoas, no Brasil, fazendo uso dos serviços prestados pelas agências bancárias.

Lojas também são locais frequentados por milhões de brasileiros, todos os dias, e que têm a intenção de comprar alguma peça de roupa, calçados, produtos eletroeletrônicos, etc. Então, elas também prestam um serviço que é importante para, virtualmente, toda a população do país, correto?


Membro do Pátria y Libertad agindo contra um inimigo. O mesmo foi um movimento de extrema direita chileno que ajudou a derrubar o governo de Salvador Allende. Qualquer semelhança com os Black Blocs não é mera coincidência.

O metrô e os ônibus estão prestando outro serviço essencial para a imensa maioria da população, transportando milhões de pessoas diariamente para que elas possam trabalhar, estudar, fazer consultas médicas, se divertir, etc.

Outros milhões de pessoas necessitam dos serviços prestados pelas bancas de jornal e pela polícia, não é mesmo? 

Enfim, os Black Blocs somente depredam aqueles patrimõnio que, de uma forma ou de outra, são usados por por milhões de trabalhadores e de brasileiros diariamente. 

Alguém já viu os Black Blocs irem protestar nos bairros chiques de São Paulo (o Morumbi, por exemplo) e atacar as mansões dos milionários? Já viram eles jogarem colchões queimados nos carrões de luxo dos ricaços? Não, né?

Obs: Não estou defendendo que eles façam isso, não, mas apenas mostrando a hipocrisia dos Black Blocs, ok? 

Eu não duvido disso, não, hein!

Então, está mais do que evidente de que as ações dos Black Blocs são pensadas e planejadas para atingir, em cheio, a população trabalhadora, o proletariado, que é justamente o segmento mais numeroso da sociedade brasileira e que, majoritariamente, desde que Lula venceu a eleição presidencial de 2002, vêm votando no PT para a Presidência da República. 

Então, fica claro que o objetivo dos Black Blocs é gerar um sentimento de revolta e de insatisfação na população trabalhadora e fazer com que ela se volte contra o governo Dilma e o PT em geral, a fim de que os mesmos possam vir a ser derrotados nesta próxima eleição. 

É como questionou o meu amigo Diogo Costa, em sua página do Facebook: 

"Ricos andam de ônibus? Sacam dinheiro na boca do caixa eletrônico? Esperam nas paradas de ônibus pela próxima condução que os levará ao trabalho? 

Colocar fogo em ônibus, destruir paradas de ônibus ou quebrar vidraças d'alguns bancos afeta mais aos pobres e aos trabalhadores ou aos ricos?

Enfim, apenas alguns questionamentos, bem simples, a respeito das 'táticas' que temos visto ultimamente...".



SA, tropa de assalto nazista, marcha em 1929. Seus membros usavam de extrema violência contra adversários políticos, intimidando-os, o que ajudou muito na ascensão de Hitler ao poder na Alemanha em 1933.

E se a situação de caos aparente que os Black Blocs desejam criar na sociedade ainda resultar em algum tipo de Golpe de Estado, que leve à implantação de uma Ditadura, daí, sim, eles terão cumprido, plenamente, com a missão que lhes foi delegada. 

Além disso, se os Black Blocs pensam que provocam algum prejuízo aos Capitalistas quando depredam agências bancárias ou botam fogo em ônibus, estão muito enganados, pois este patrimônio já foi segurado pelos proprietários. O seguro paga os prejuízos. Para os empresários de ônibus pode até ser um bom negócio botar fogo em um ônibus velho e usar o dinheiro do seguro para comprar um novo. E se não tiver seguro, eles repassam isso para o valor da tarifa ou então reduzem a frota em circulação, prejudicando ainda mais aos trabalhadores. 

Se os Black Blocs querem, realmente, lutar contra a exploração capitalista, então eles que vão exigir da Fiesp a redução da jornada de trabalho, aumentos reais de salários, entre outras reivindicações. E se eles querem lutar contra os banqueiros, então que vão em frente à sede da Febraban exigir a redução da taxa de juros e do valor das tarifas bancárias. 


Muitos Black Blocs se dizem Anarquistas, mas se perguntarem para eles quem foi Bakunin, muitos pensarão que se tratava de alguma marca antiga de Vodka...

Daí, sim, os Black Blocs estarão lutando contra o capitalismo e sua exploração abominável. 

O Anarquismo defende o fim de toda e qualquer forma de exploração e de dominação dos trabalhadores, não importando se esta é feita pelo Estado, pelo Capitalismo ou por instituições religiosas (Igrejas). 

E tudo isso não têm nada a ver com esse vandalismo de quinta categoria (que depreda pontos de ônibus e coloca fogo em Fusquinhas de trabalhadores humildes) e que não resulta em qualquer tipo de benefício para a população trabalhadora, muito pelo contrário.

Portanto, os Black Blocs não são Anarquistas coisa nenhuma, como eles tanto gostam de dizer. 

Baseado em tudo o que escrevi aqui, podemos perguntar: O que os Black Blocs são, de fato, então? 


Salvador Allende, cujo governo eleito democraticamente, progressista e constitucional foi derrubado por meio de um Golpe de Estado, para o qual grupos extremistas contribuíram decisivamente, provocando conflitos e gerando o caos na sociedade. 

Fascistas, é claro. 

Afinal, se formos analisar os momentos da história em que governos democráticos e progressistas foram desestabilizados (Jango e Allende, por exemplo, como já citei aqui), a fim de permitir Golpes de Estado e a posterior instalação de uma Ditadura, grupos do tipo Black Bloc tiveram uma atuação fundamental neste processo. 

Então, basta conhecer um pouco de história para descobrirmos que os grupos fascistas, neofascistas e de extrema direita é que atuaram com mais intensidade para que tais governos fossem inviabilizados e as Ditaduras fossem instaladas. 

E é exatamente isso o que os Black Blocs estão fazendo atualmente. 

Não Passarão!

Link:

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/128191/Black-Blocs-destroem-carros-em-ato-contra-Copa.htm

Nenhum comentário: