domingo, 9 de fevereiro de 2014

O BNDES, o Porto de Mariel e o Canal da Nicarágua! - por Marcos Doniseti!

O BNDES, o Porto de Mariel e o Canal da Nicarágua! - por Marcos Doniseti!




Recentemente tivemos essa polêmica envolvendo o financiamento do BNDES para a ampliação do Porto de Mariel (US$ 682 milhões) que, depois, será complementado com a construção de uma Zona de Desenvolvimento Econômico (visando o mercado internacional) e que também será financiada pela BNDES (US$ 290 milhões).

Com isso, empresas brasileiras irão desfrutar de vantagens quando se instalarem na ZDE cubana. 

Mas o que ninguém comentou é que uma outra obra, feita por uma empresas chinesa, irá beneficiar as empresas brasileiras que passarem a atuar na ZDE cubana. 

É o Canal da Nicarágua. Isso mesmo. Depois do Canal do Panamá, haverá um outro Canal na região que irá ligar os Oceanos Atlântico e Pacífico. E essa obra é gigantesca, estando avaliada em US$ 40 bilhões. 

As obras estão previstas para começar em Dezembro deste ano e o Canal será construído por uma empresa chinesa (HKND Group), que recebeu a concessão do mesmo por um período de 50 anos, que podem ser renovados por outros 50.

Trecho de matéria do site 'DN Economia' diz que 'Este canal unirá os oceanos Pacífico e Atlântico, terá um oleoduto, uma estrada, dois portos de águas profundas, dois aeroportos e duas zonas francas, segundo as autoridades nicaraguenses.'.

Com todas estas obras, a região da América Central e do Caribe se tornará uma das que irá desfrutar de um dos mais rápidos ritmos de crescimento econômico do mundo nas próximas décadas. 

E o Brasil estará lá, se beneficiando deste processo, graças às iniciativas dos governos Lula e Dilma. 

E recentemente o governo da China anunciou a sua adesão à Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos), com a qual ela irá desenvolver projetos conjuntos que sejam benéficos para ambos (leia-se investimentos produtivos nos mais variados setores: energia, infra-estrutura, agricultura, etc). 

Como se percebe, não é apenas o Brasil que está investindo fortemente na América Central e no Caribe. 

Links:

http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3627238

http://news.yahoo.com/nicaragua-chinese-tycoon-canal-start-2014-050053767.html

http://www.brasil247.com/pt/247/mundo/129557/China-formaliza-uni%C3%A3o-com-Am%C3%A9rica-Latina.htm?fb_action_ids=615508155169342&fb_action_types=og.likes&fb_source=aggregation&fb_aggregation_id=288381481237582

Um comentário:

Conversa de Músicos disse...

Esta entrevista do diretor do Departamento de Relações internacionais e Comércio Exterior da Fiesp, Thomaz Zanotto, dada ao Herodoto Barbeiro, tbém esclarece + sobre o Porto de Mariel:

http://noticias.r7.com/jornal-da-record-news/video/convidado-avalia-importancia-do-porto-em-cuba-para-economia-brasileira-52e845cc0cf2d62c8c5a8dfa/

Parabéns pelo blog! Um abraço!