quarta-feira, 17 de setembro de 2014

As causas do desemprego na União Europeia e o programa econômico de Marina Silva! - por Marcos Doniseti!

As causas do desemprego na União Europeia e o programa econômico de Marina Silva! - por Marcos Doniseti!



Marina e seu assessor econômico, Alexandre Rands, que defende um corte brutal de R$ 100 bilhões nos gastos públicos apenas no 1o. ano de mandato da candidata do PSB...

Abaixo, faço um breve resumo de uma excelente matéria publicada no site 'Esquerda.Net', a respeito da catastrófica situação econômica da UE, com o seu altíssimo nível de desemprego, que na Espanha chega a 25,3% atualmente. 

Quais são as principais causas do desemprego entre os países da UE, que já somam 27 milhões de desempregados? 

São as seguintes: 

1) Este desemprego é resultado direto da intervenção promovida pela chamada ‘Troika’, que é formada pelo FMI, BCE e pela Comissão Europeia; 

2) As políticas de austeridade, com cortes da despesa e do emprego públicos; 

3) A desregulamentação do mercado orientada para reduzir os salários e a ajuda destas instituições ao sistema financeiro, o que tem cumprido um papel fundamental na redução do nível de vida da população; 

4) Redução do poder aquisitivo da população, dimimuindo o consumo, a atividade econômica, aumentando o desemprego e a pobreza. 



Nota-se a incrível semelhança entre as políticas adotadas pela UE e as propostas econômicas de Marina Silva e de Aécio Neves. 

Então, questiono: Será que Marina irá começar a explicar os motivos de defender a adoção, no Brasil, das mesmas políticas que afundaram a economia da União Europeia ou ela irá se limitar a chorar e a reclamar das críticas que são feitas, de forma mais do que correta, ao seu plano de governo, que é neoliberal, recessivo e entreguista? 

O povo brasileiro tem o direito de saber quais são os seus planos para governar o Brasil. 

Link:

As causas do enorme desemprego na União Europeia:

www.esquerda.net/artigo/causas-do-enorme-desemprego-na-uniao-europeia/32200

Alexandre Rands, assessor econômico de Marina, diz que cortes de gastos públicos chegarão a R$ 100 bilhões no primeiro ano de mandato!

http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN0H62GS20140911?feedType=RSS&feedName=businessNews&utm_source=dlvr.it&utm_medium=twitter&dlvrit=1375018

http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2014/09/11/exclusivo-marina-acabaria-com-programa-do-bc-no-cambio-e-buscaria-reduzir-meta-de-inflacao.htm

Nenhum comentário: