domingo, 4 de janeiro de 2015

A Herança Bendita do PT! - por Marcos Doniseti!

A Herança Bendita do PT! - por Marcos Doniseti!

Desmatamento da Amazônia desabou nos governos Lula e Dilma. A queda chegou a 79% no acumulado de 2003-2014. 

O virtual candidato do PSDB à Presidência da República, durante a campanha eleitoral, declarou  que o PT iria deixar uma 'herança maldita' para o sucessor.

Discordo totalmente do que ele disse. E abaixo irei citar inúmeros dados que comprovam que isso não passa de uma bobagem monumental dita pelo Senador mineiro.

Afinal, como terminou o primeiro mandato de Dilma? Qual é a situação do país atualmente? Em que condições o (a) novo (a) Presidente (a) encontraria o Brasil?

Resumidamente, está assim: 

1) Menor taxa de desemprego da história, em 4,8% no mês de Novembro de 2014 (IBGE), contra 12,5% em Dezembro de 2002 (queda de 61,6%); 

2) Economia crescendo desde 2003, com a única exceção de 2009, e mesmo assim porque naquele ano ocorreu a mais grave crise econômica global desde a Grande Depressão dos anos 1930. Assim, foram 10 anos de crescimento econômico em 11 anos de governo. 

Em 2014 tivemos uma desaceleração, sim, mas que não se transformou em recessão (tal como aconteceu na Espanha, Grécia, Portugal, Itália, Japão, França, etc) e o desemprego permaneceu baixo e os salários continuaram subindo acima da inflação. 

Então, para a população brasileira é como se a 'desaceleração' da economia não tivesse acontecido.

3) Reservas internacionais líquidas de US$ 375 bilhões, equivalentes a 17% do PIB, que são as maiores da história do país, contra apenas US$ 17 bilhões no final de 2002 (crescimento de 2105,9%). Elas cresceram tanto porque o Brasil aumentou fortemente as suas exportações (cresceram de US$ 60 bilhões, em 2002, para US$ 242 bilhões em 2013), acumulou um imenso superávit comercial entre 2003-2013 (de US$ 311 bilhões entre 2003-2011) e também porque passou a receber muito mais investimento estrangeiro produtivo (US$ 260 bilhões entre 2011-2014);

4) Inflação em 6% ao ano, em média, desde 2005, dentro das metas (que vão de 2,5% até 6,5% ao ano), contra uma média anual de 9,5% durante o governo FHC (1995-2002). Desde 2004 que a taxa de inflação anual fica dentro das metas estabelecidas pelo CMN;

5) Oferta de crédito chegou aos 56% do PIB, sendo que era de apenas 23% do PIB em 2002 (crescimento de 143,5%); 

6) Maior produção agrícola da história, que ficou em 193,5 milhões de toneladas em 2014 (em 2002 foi de 97 milhões de toneladas; crescimento encostou nos 100%). Para 2015, a previsão é de uma produção ainda maior, de 202 milhões de toneladas;

7) Menor concentração da renda da história, com o índice de Gini estando em 0,519;

8) Salário Mínimo subindo acima da inflação todos os anos, acumulando um reajuste de 294% (passou de R$ 200 para R$ 788) entre 2003-2015 e tendo um aumento real de 72,7% no período. O aumentou real do salário mínimo impulsionou o mercado interno e colaborou muito para tirar 40 milhões de pessoas da miséria;


Nos governos Lula e Dilma as classes ABC passaram a representar a maioria absoluta da população brasileira, representando 75% do total.


9) Tabela do IR sendo reajustada anualmente, em 4,5% ao ano, aliviando a tributação sobre a classe média e sobre os assalariados melhor remunerados. Durante o governo FHC a tabela do IR ficou congelada durante 7 anos seguidos (1995-2001), o que elevou fortemente a tributação sobre a classe média e os assalariados melhor remunerados;

10) Benefícios previdenciários sendo reajustados todos os anos pelo INPC; 

11) Taxa real de juros (Selic) está em 5,4% ao ano, contra 12,5% em 2002; 

12) Gastos recordes de turistas brasileiros no exterior, atingindo US$ 25 bilhões anuais em 2013; 

13) Salário Mínimo atingindo o valor de US$ 293, contra US$ 56 no final de 2002, acumulando um crescimento de 423,2% entre 2003-2015;

14) Investimentos da Petrobras atingiram os US$ 42,1 bilhões anualmente na média do período 2009-2012; A média anual cresceu 358,6% nos governos Lula-Dilma, entre 2003-2012, quando comparado com os 8 anos de governo FHC;

15) Investimentos em infra-estrutura crescendo, com as concessões muito bem sucedidas que o governo Dilma realizou em 2013 e que irão continuar em 2014. Elas irão ampliar e modernizar os aeroportos, rodovias, portos e ferrovias do país, contribuindo decisivamente para o seu desenvolvimento econômico e social. 

Estimativas indicam realização de investimentos no valor total de R$ 133 bilhões nestes quatro setores;

16) Construção de 3 grandes usinas hidrelétricas na região Norte do país (Jirau, Belo Monte e Santo Antônio) que irão gerar 18563 megawatts de energia, o que representa 32,6% a mais do que a energia gerada por Itaipu, que é a terceira maior usina hidrelétrica do mundo e que produz 14000 megawatts de energia;

17) Construção de 3 ferrovias, que são as Ferrovias Norte-Sul (com cerca de 1450 kms já concluídos, de um total de 2760 kms), Leste-Oeste (com 1527 kms de extensão e investimentos de R$ 7 bilhões) e Transnordestina (esta terá 1728 kms de extensão e investimentos de R$ 7,5 bilhões). Somente em 2014, a presidenta Dilma inaugurou um trecho de 855 kms da Ferrovia Norte-Sul;

18) Construção das obras de Transposição do Rio São Francisco, uma das maiores obras em andamento no mundo, com previsão de conclusão para 2015 e que irá beneficiar 12 milhões de nordestinos que vivem na região do Semi-Árido;

19) Investimentos crescentes no Pré-Sal, que irão gerar desenvolvimento industrial e milhares de empregos que exigem trabalhadores qualificados e que terão melhores salários; Em 30 anos a previsão é de investimentos totais de US$ 1,7 trilhão e geração de 87 milhões de novos empregos;

20) Dívida Pública Líquida diminuindo a cada ano, estando em 36% do PIB atualmente, contra 60,4% do PIB em 2002 (queda de 40,4%);

21) O ProUni beneficiou mais de 2.000.000 estudantes desde a sua criação. É o maior programa de inclusão universitária da história do país;


Em 2014 a safra de graõs foi ainda maior do que a de 2013, atingindo os 193,5 milhões de toneladas. Para 2015 a previsão é de que a safra chegará a 202 milhões de toneladas, batendo um novo recorde histórico. 

24) Construção de 18 novas Universidades Federais; Número de campus das mesmas passou de 148 para 274, crescendo 85%;

25) Minha Casa Minha Vida já entregou 1.700.000 moradias e outras 400.000 serão entregues até o final de 2014, gerando um imenso benefício para a população de baixa renda. É o maior programa de construção de moradias da história do Brasil;

26) Reconstrução da Indústria Naval, que passou de 3 mil para 81 mil trabalhadores empregados e que ganhará mais 30 mil novos empregos nos próximos dois anos, em função de novas encomendas, principalmente por parte da Transpetro (subsidiária da Petrobras);

27) Patrimônio Liquido da Petrobras passou de R$ 62 bilhões, em 2002 (valor atualizado), para R$ 343 bilhões em 2013, acumulando um crescimento de 453,2%; 

28) Construção de 422 novas escolas técnicas federais, mais do que tudo o que havia sido construído, pelo governo federal, na história do Brasil; Antes de 2003 tínhamos 140 escolas e agora elas são 562;

29) Lucro da Petrobras aumentou em 492,8% nos governos Lula-Dilma (comparando com os 8 anos de governo FHC), atingindo o valor médio anual de R$ 27 bilhões/ano entre 2003-2013;

30) Criação de 20.300.000 empregos com carteira assinada entre 2003-2013. Em 2001, eles representavam apenas 45,3% do total de empregos existentes no país. Em 2011 os empregos formais passaram a representar 56% de todos os empregos do país;

31) Criação do Pronatec, que já beneficiou 4.600.000 estudantes em dois anos, que fazem cursos de qualificação profissional, colaborando para que consigam empregos melhores e com salários mais altos;

32) Criação do Mais Médicos, que prevê investimentos de R$ 15 bilhões em infra-estrutura na saúde pública (em hospitais e em unidades de saúde) em todo o país até o final de 2014; Até 2014 teremos 13 mil médicos atendendo a população brasileira em todo o país, em regiões onde eles são muito poucos ou inexistentes. Atualmente este número já chega a mais de 6600 médicos;

33) O programa Bolsa Família teve um orçamento de R$ 24 bilhões em 2013, beneficiando 13.800.000 famílias que têm uma renda per capita mensal de até R$ 140;

34) Pronaf (agricultura familiar) tem orçamento de R$ 21 bilhões, para custeio e investimento, na safra 2013-2014;

35) Superávit Comercial acumulado de US$ 311 bilhões entre 2003-2013; 

36) Exportações de US$ 740,7 bilhões nos 3 primeiros anos do governo Dilma (2011-2013), representando um recorde histórico (média anual de US$ 246,9 bilhões);


Durante o governo FHC o Brasil chegou a ter o segundo maior número de desempregados do mundo. Hoje o Brasil tem a menor taxa de desemprego da sua história. 


37) Vendas de veículos no mercado interno superaram 3,5 milhões  de unidades em 2013, transformando o Brasil no 4o. maior mercado mundial, atrás apenas de China, EUA e Japão;

38) Indústria automobilística bateu recorde histórico em 2013, com a produção crescendo 9,9% e ultrapassando 3,7 milhões de unidades;

39) Exportações de veículos ultrapassaram os US$ 16,6 bilhões em 2013, batendo um recorde histórico e ultrapassando as 563 mil unidades vendidas ao exterior;

40) O Superávit comercial do agronegócio ultrapassou US$ 82,9 bilhões em 2013;

41) Luz Para Todos beneficiou mais de 15 milhões de pessoas; foram feitas mais de 3.750.000 ligações (gratuitas) e gerados 462 mil empregos com o programa;

42) O programa 'Ciência Sem Fronteiras' já beneficiou mais de 60 mil estudantes  brasileiros que vão para o exterior, estudar em universidades dos EUA e Europa;

43) O desmatamento na Amazônia caiu para 4571 km2 em 2012, o menor índice já medido desde 1988; Entre 2003-2014 o desmatamento na Amazônia diminuiu 79%;

44) Criação do programa 'Minha Casa Melhor', que financia a compra de inúmeros bens (móveis, tv, microondas, computador, lavadoras, fogão) para as famílias do 'Minha Casa Minha Vida'. O valor financiado já ultrapassou R$ 1 bilhão e beneficiou mais de 217 mil famílias;

45) Desembolsos do BNDES saíram de R$ 40 bilhões em 2004 para R$ 190 bilhões em 2013 (estimativa do próprio BNDES), acumulando um crescimento de 375% neste período;

46) Tarifa de energia elétrica foi reduzida em 20%, em média, em 2013; Com isso, a tarifa brasileira se tornou uma das mais baratas, atrás apenas da cobrada nos EUA, França e Finlândia;


Taxa média anual de inflação foi muito maior durante o governo FHC. Nos governos Lula e Dilma ela caiu para um patamar em torno de 6% ao ano, dentro das metas, cujo teto é de 6,5% ao ano. 


47) Desoneração da folha de pagamento, para reduzir os custos das empresas, tornando-as mais competitivas. Somente em 2013, o valor desse benefício chegou a R$ 17 bilhões;

48) Criação do SAMU, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, pelo governo Lula, no ano de 2004;

49) Criação do programa 'Farmácia Popular', que vende remédios essenciais a preços reduzidos; O programa foi criado em 2004, no primeiro mandato do Presidente Lula;

50) Aprovação da PEC das Domésticas, pelo governo Dilma, no ano de 2013, beneficiando mais de 7 milhões de trabalhadores (as) do setor;

51) Brasil consegue obter o grau de investimento, em 2009, atraindo mais investimentos estrangeiros produtivos, contribuindo para o crescimento econômico do país;

52) Brasil torna-se o 4o. país que mais atrai investimentos estrangeiros diretos no mundo em 2012, com US$ 230 bilhões nos primeiros 3 anos e 6 meses de governo Dilma (média anual é de US$ 65 bilhões);

53) O número de alunos matriculados nas Universidades Federais cresceu de 596.000, em 2003, para 1.029.000 em 2011, acumulando um crescimento de 72,7% no período;

54) O orçamento das Universidades Federais passou de R$ 10,3 bilhões, em 2003, para R$ 25,9 bilhões em 2012, acumulando uma expansão de 151,5%;

55) Conquista da realização da Copa do Mundo de 2014. Estudos mostram que a mesma irá movimentar R$ 183 bilhões, gerando milhões de empregos e contribuindo para o crescimento do PIB;


A dívida líquida do setor público teve uma queda significativa durante os governos Lula e Dilma, depois de ter mais do que dobrado durante o governo FHC. Atualmente, ela está em 36% do PIB. 


56) Conquista da realização das Olimpíadas de Verão, que serão realizadas no Rio de Janeiro em 2016;

57) Pagamento integral da dívida do Brasil com o FMI, que deixou de governar o país. Além disso, o Brasil é que se tornou credor do FMI...;

58) Criação do programa Brasil Sem Miséria, que inclui políticas de garantia de renda, acesso à serviços públicos e inclusão produtiva;

59) Criação do programa de saúde bucal 'Brasil Sorridente', que beneficia mais de 70 milhões de pessoas em todo o país;

60) Construção e ampliação de 500 UPAs em todo o país até o final de 2014;

61) 140 milhões de brasileiros já têm acesso à Internet Banda Larga;


O número total de empregos formais, no Brasil, chegou a 49 milhões ao final de 2013, batendo um novo recorde histórico. 

62) Vendas de veículos, no primeiro mandato de Dilma, chegaram a 13.960.000 unidades, o que é um recorde histórico;

63) O PIB do Brasil era o 15o. maior do mundo em 2002. Hoje é o 7o. maior PIB mundial;

64) PIB do Brasil cresceu de US$ 459 bilhões em 2002 para US$ 2,4 trilhões em 2013, crescendo 422,9% entre 2003-2013;

65) A Renda per Capita brasileira cresceu de US$ 2500 em 2002 para US$ 11000 em 2013, acumulando um aumento de 340%;

66) Pela primeira vez em sua história o Brasil saiu do Mapa da Fome da ONU;

67) A taxa de pobreza, no Brasil, caiu de 34,38% em 2002 para 15,93% (acumulando um queda de 53,7%);

68) O número total de empregos com carteira assinada, no Brasil, cresceu de 28,7 milhões em 2002 para 49 milhões em 2013, acumulando um crescimento de 70,7%;

69) Adoção de uma política externa altiva e soberana, que levou à criação da UNASUL, à expansão do Mercosul, garantiu a continuidade do processo de fortalecimento de integração da América Latina;

70) Conquista, pelo Brasil, do comando de organizações internacionais importantes, como são o caso da FAO e da OMC;

71) Financiamento da construção do Porto de Mariel e da Zona de Desenvolvimento Econômico em Cuba, o que permitirá que empresas brasileiras se instalem no país caribenho, fazendo com o mesmo sirva como plataforma de exportação para os EUA (o reatamento de relações diplomáticas entre EUA e Cuba anunciado no final de 2014 permitirá acesso praticamente livre ao mercado ianque), para a América Central e Caribe, bem como para os mercados asiáticos, pois tais obras ficam bem próximas do Canal do Panamá e do Canal da Nicarágua, que será construído pelos chineses;


72) Aquisição de 36 caças suecos Gripen e que, a partir da quinta unidade, serão fabricados no Brasil. Além disso, o acordo garantiou a tranferência total de tecnologia para o Brasil que, portanto, poderá produzir os seus próprios caças mais adiante;

73) Acordo com a França para recuperar e fortalecer a Marinha brasileira, com garantia de transferência de tecnologia, que inclui a construção do primeiro submarino nuclear brasileiro, que ficará pronto em 2023 e que entrará em operação em 2025.


Exportações brasileiras cresceram sensivelmente durante os governos Lula e Dilma, passando de US$ 60 bilhões em 2002 para US$ 242 bilhões em 2013. 


Links:

Pronatec já beneficiou mais de 4.600.000 estudantes em dois anos:

http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/10/pronatec-beneficiou-46-milhoes-de-estudantes-em-dois-anos-nota-dilma.html

Indústria da Construção Naval irá gerar 30 mil novos empregos nos próximos dois anos:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-12/quatro-novos-estaleiros-devem-gerar-30-mil-novos-empregos-na-industria-naval

Minha Casa Minha Vida já entregou 1.400.000 novas moradias:

http://www.pac.gov.br/noticia/22141600

Projeto de Transposição do Rio São Francisco:

http://www.integracao.gov.br/projeto-sao-francisco1

Programa Mais Médicos:

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/acoes-e-programas/mais-medicos/mais-sobre-mais-medicos/5953-como-funciona-o-programa


A crescente formalização do mercado de trabalho universaliza o acesso dos trabalhadores assalariados às leis trabalhistas. 

Mais Médicos terá 13 mil médicos atendendo a população até 2014:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-04/dilma-proxima-chamada-do-mais-medicos-ocorre-em-dezembro

Orçamento do Bolsa Família em 2013 chega a R$ 24 bilhões:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-20/bolsa-familia-completa-dez-anos-beneficiando-50-milhoes-de-pessoas

Exportações de veículos bateram recorde histórico em 2013:

http://www.anba.com.br/noticia/21862027/industria/exportacao-de-veiculos-e-recorde/

Produção de veículos cresce 9,9% e bate recorde em 2013:

http://g1.globo.com/carros/noticia/2014/01/producao-de-veiculos-cresce-99-em-2013-e-bate-recorde-diz-anfavea.html

Superávit Comercial do Agronegócio ultrapassou os US$ 82,9 bilhões em 2013:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-13/agronegocio-encerra-2013-com-superavit-de-us-8291-bilhoes


No período de 2003-2013, o Brasil criou 15.800.000 empregos com carteira assinada.

Luz Para Todos já beneficiou mais de 15 milhões de pessoas:

http://www.pac.gov.br/noticia/f9ddb0ca

Programa 'Ciência Sem Fronteiras' já beneficiou mais de 60 mil estudantes:

http://www.youtube.com/watch?v=AZ4W2dpUmfg

Em 2012, Amazônia Legal têm o menor índice de desmatamento desde que começaram as medições:

http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/06/dado-consolidado-aponta-baixa-recorde-no-desmate-da-amazonia.html

Minha Casa Melhor já ultrapassou R$ 1 bilhão em financiamentos:

http://mcmv.caixa.gov.br/minha-casa-melhor-ja-beneficiou-mais-de-217-mil-familias/

Tarifa de energia é reduzida em 20% pelo governo Dilma:

http://www.brasil247.com/pt/247/economia/123947/Tarifa-de-energia-do-Pa%C3%ADs-est%C3%A1-entre-as-mais-baratas.htm

Desoneração da folha de pagamento reduz gastos das empresas em R$ 17 bilhões em 2013:

http://economia.ig.com.br/2013-09-26/desoneracao-da-folha-de-pagamento-deve-somar-r-17-bilhoes-no-ano.html

Aprovação da PEC das Domésticas corrige omissão da Constituição:

http://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2013/03/pec-das-domesticas-corrige-erro-de-25-anos/view


Bolsa Família (que a oposição demotucana psolenta chama de 'Bolsa-Vagabundagem' e 'Bolsa-Esmola') reduziu significativamente a extrema pobreza no Brasil. 

Brasil é o primeiro país a obter grau de investimento após a crise:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/09/090922_moodys_bg_ac.shtml

Brasil torna-se o 4o. país que mais atrai investimento estrangeiro direto:

http://economia.terra.com.br/brasil-e-4-em-ranking-de-investimento-estrangeiro-da-onu,6908a6834cc90410VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

Programa Brasil Sem Miséria:

http://www.brasilsemmiseria.gov.br/

110 milhões de brasileiros já têm acesso à Internet Banda Larga:

http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=34669&sid=4#.UuG3xRBTvIU

Nenhum comentário: