domingo, 24 de maio de 2015

Eleições na Espanha: PP se enfraquece, oposição de Centro-Esquerda cresce e fragmentação política se acentua! - Marcos Doniseti!

Eleições na Espanha: PP se enfraquece, oposição de Centro-Esquerda cresce e fragmentação política se acentua! - Marcos Doniseti! 
Ada Colau derrotou as forças políticas tradicionais, vencendo as eleições em Barcelona.
O resultado das eleições municipais e regionais realizadas hoje na Espanha mostram um claro enfraquecimento do PP (direita neoliberal), o fortalecimento da oposição de Centro-Esquerda e uma maior fragmentação política e partidária no país, com o crescimento de novas agremiações, em especial o Podemos (centro-esquerda) e o Ciudadanos (conservador).

O PP (direita neoliberal), que é o partido que governa o país atualmente, teve uma votação total de pouco mais de 6 milhões de votos (27% do total), mas perdeu cerca de 2,5 milhões de votos em relação às eleições de 2011. O segundo partido mais votado foi o PSOE (Centro-Esquerda), que alcançou uma votação de 5,6 milhões de votos (25%), obtendo 1 milhão de votos a menos do que havia conquistado em 2011. 

O auge do PSOE, nas eleições municipais, foi alcançado em 1983, quando conquistou 43% dos votos. Depois, ele caiu para 37% em 1987 e obteve 38,3% em 1991. 

Assim, os dois partidos mais votados alcançaram, somados, apenas 52% dos votos totais. Os demais 48% se dividiram em dezenas de outras organizações políticas, das quais as mais fortes são o Podemos (centro-esquerda) e o Ciudadanos (conservador).

Portanto, tivemos um forte crescimento da fragmentação política na Espanha, o que obrigará todos os partidos a formar alianças para governar. 

Em Barcelona, a candidata progressista Ada Colau venceu as eleições, mas obteve apenas 25% dos votos. 

Em Madri, a tendência final da votação é de vitória do PP (direita neoliberal), mas a mesma é muito apertada, sobre o 'Ahora Madri', apoiada pelo Podemos, com o partido de Aznar obtendo 34,4% dos votos​. 

No entanto, se a candidata apoiada pelo Podemos, Manuela Carmena, conquistar o apoio do PSOE, ela irá governar Madri, pois a soma das duas forças políticas chega a 29 conselheiros (20 do Podemos e 9 do PSOE), atingindo a maioria absoluta, pois no total são 57 conselheiros (PP elegeu 21 e Ciudadanos 7). 

Além disso, no quadro geral do país, tivemos uma enfraquecimento dos dois partidos tradicionais, PP e PSOE, e o crescimento significativo de novas agremiações políticas, em especial o Podemos (mais progressista) e o Ciudadanos (mais conservador). Na prática, o bipartidarismo tradicional da Espanha, com PP e PSOE se alternando no poder e governando sozinhos, acabou.

Antigamente, o PP e o PSOE venciam as eleições sem necessitar de alianças para governar. E agora isso não será mais possível.

Estas foram algumas das mudanças que ocorreram no cenário político espanhol com estas eleições municiais e regionais. 
E mesmo em vários locais onde o PP venceu, se as forças mais progressistas (Podemos e PSOE, em especial) se unirem, elas formarão o governo, pois a maioria obtida pelo PP ficou longe da maioria absoluta. 

Isso vale, inclusive, para a cidade de Madri. Se o 'Ahora Madri' e o PSOE se unirem, eles terão maioria absoluta, com 29 conselheiros, contra 28 do PP e do Ciudadanos. E mesmo se o PP formar o governo em aliança com o Ciudadanos, tal governo será minoritário e terá que negociar com a oposição para aprovar os seus projetos. 

No quadro geral da Espanha, tivemos um fortalecimento da oposição de centro-esquerda/esquerda (cujos principais representantes são o PSOE e o Podemos) e um enfraquecimento das forças mais conservadoras (em especial do PP). 

E isso mostra que as próximas eleições gerais, para o Parlamento espanhol, que irão se realizar em Novembro próximo, poderão colocar um fim ao governo neoliberal do PP. 

links:

Mudança profunda na política espanhola com o resultado das eleições:

http://elpais.com/elpais/2015/05/24/opinion/1432495481_944816.html

Resultados oficiais das eleições:

http://www.resultadoslocales2015.interior.es/99MU/DMU99999TO_L1.htm

PSOE obtém seu pior resultado nas eleições municipais da Espanha:

http://www.europapress.es/nacional/noticia-psoe-cae-debajo-minimo-historico-municipales-2505-20150525000507.html

PP pode perder governo mesmo onde teve maioria relativa dos votos:

http://linkis.com/www.eldiario.es/poli/BsUe0

Manuela Carmena (Podemos) poderá governar Madri se receber apoio do PSOE:

http://linkis.com/www.eldiario.es/poli/BsUe0

Nenhum comentário: