quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Porque o Copom deveria começar a reduzir a taxa Selic agora mesmo! - Marcos Doniseti!

Porque o Copom deveria começar a reduzir a taxa Selic 
agora mesmo! - Marcos Doniseti!
Selic precisa ser reduzida e sem demora, a fim  de estimular a retomada do crescimento econômico e fortalecer politicamente ao governo Dilma.
O Copom decidiu manter inalterada a taxa básica de juros (Selic) em 14,25% ao ano. 
Na verdade, o Copom já deveria começar a pensar seriamente em iniciar um processo de redução da taxa Selic e isso deveria ser feito por vários motivos, como:

1) Diminuiria os gastos com o pagamento da dívida pública, o que resultaria na redução do Déficit Público;
2) Uma taxa de juros menor daria um sinal positivo para os setores produtivos e para os consumidores, de que o governo deseja estimular a retomada do crescimento econômico. O pessimismo de empresários e consumidores seria revertido, contribuindo para a volta do crescimento da economia;
3) Já é mais do que certo que a taxa de inflação de 2015, que deverá fechar o ano em cerca de 9,2%, foi um ponto fora da curva em relação às taxas que tivemos entre 2004-2014 (quando a inflação ficou sempre dentro das metas determinadas pelo CMN) e que já a partir de 2016 ela voltará a ficar dentro das metas/
4) A queda do PIB em 2015 será muito maior do que se projetava inicialmente, e isso aconteceu em função do agravamento da situação econômica mundial, bem como da campanha pelo Impeachment de Dilma e das investigações promovidas no âmbito da Operação Lava Jato, que prejudicaram algumas das maiores empresas de construção civil do país, bem como paralisou, parcial ou totalmente, grandes obras pelo país inteiro, gerando centenas de milhares de demissões.
5) Uma redução da Selic contribuiria, também, para um processo de recuperação da popularidade por parte do governo Dilma, fortalecendo-o politicamente, o que, no contexto atual, seria muito importante para elevar a confiança dos investidores, dos empresários do setor produtivo e dos consumidores. 
E um governo fortalecido teria condições de adotar outras medidas que pudessem colaborar para a retomada do crescimento econômico.
Afinal, um dos principais motivos pelos quais o Brasil se tornou tão atrativo para os investidores estrangeiros (sendo o 5o. país do mundo que mais recebe investimentos externos produtivos) é justamente o fato de desfrutarmos de estabilidade política.
Assim, não há motivo para manter a taxa Selic tão elevada por mais tempo. O país se beneficiaria muito com tal medida, uma redução da Selic (menos que fosse de meros 0,25 p.p.) tanto no aspecto econômico e financeiro, como na questão política.
Link:
Copom mantém taxa Selic inalterada em 14,25% ao ano:

Nenhum comentário: