quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Apelar para o vandalismo é fazer o jogo das elites golpistas! - Marcos Doniseti!

Apelar para o vandalismo é fazer o jogo das elites golpistas! - Marcos Doniseti!
Vandalismo em atos e protestos contrários às reformas do governo Temer é exatamente o que este mais deseja, pois isso será usado para jogar a população contra a oposição. 

Atacar a sede da Fiesp não abala em nada a entidade que representa os interesses do patrões. Isso é ação de criança de cinco anos de idade que nunca leu um livro de história na vida.

Até porque, os vidros que foram quebrados serão substituídos por novos e a Fiesp não irá falir em função disso.

Esse tipo de iniciativa interessa, única e exclusivamente, a quem está no poder, ao Grande Capital, que se apossou totalmente do Estado brasileiro com o Golpe deste ano.

Além disso, os governantes ainda podem usar o acontecimento para apresentar a oposição como sendo formada por vândalos e criminosos.

Logo, esse tipo de acontecimento também é usado pelo governo e pela Grande Mídia para criminalizar a oposição e jogar a população contra a mesma.

E é interessante notar que isso esteja acontecendo no momento de maior crise do governo Temer.

E isso não é mera coincidência.

Tudo aponta para o fato de que essa manifestação foi, no mínimo, muito infiltrada por agentes secretos que promoveram esses atos de vandalismo contra a Fiesp.

Aliás, essa manifestação está com cara de que foi organizada pelos atuais governantes do país.

Afinal, tais atos colocam mais azeitona na empada do governo golpista e serão usados para intensificar a repressão e a criminalização da oposição.

Isso não é novidade e já aconteceu inúmeras vezes ao longo da história, aqui mesmo no Brasil e também em muitos outros países.

E um povo que não conhece a própria história, está condenado repeti-la. E é exatamente isso que está acontecendo no Brasil atualmente.

Se a oposição tomar esse caminho, da violência estúpida e irracional, os golpistas ficarão no poder por, no mínimo, uns 20 anos. 

E isso é tudo o que eles mais desejam.

Link:

O curioso caso da manifestação sem a presença da PM:

Nenhum comentário: